PESSOAS EM FOCO

Novas abordagens com relação à etnografia começam a gerar uma compreensão mais profunda sobre as necessidades dos usuários, que exigem mais personalização a cada dia. Indo além de um grupo focal ou de uma simples pesquisa, o design etnográfico trabalha com pesquisadores que incorporaram-se à vida de usuários para que possam observar mais e entender completamente suas necessidades. Os resultados obtidos podem despertar a chamada “empatia significativa”, que gera soluções eficazes para desafios reais – e não apenas resultados visualmente agradáveis.

A etnografia investiga os costumes, crenças e tradições de uma sociedade. Levando esse conceito para o design, obtemos informações preciosas que não são facilmente expostas pelas clientes. O etnógrafo de design Jan Chipchase executa expedições de imersão cultural para locais como Kyoto e Ásia Central. “Enquanto a maioria dos dados pode dizer a você o que as pessoas estão fazendo e como, apenas uma pesquisa de campo bem conduzida revelará o porquê “, diz ele.

Seguindo neste mesmo passo, a iniciativa “Street Debater” de Tomo Kihara transforma cidades em centros de debate, onde as opiniões podem ser construtivamente trocadas, cara a cara.

À medida que nossos mundos real e virtual se fundem cada vez mais, será necessário desenvolver um novo olhar com relevância concreta para nossos futuros clientes que já nascem orientados pela tecnologia.

A utilização de televisores acoplados à porta de correr em armários já é bem conhecida por profissionais para otimizar o espaço em ambientes com tamanho limitado. Nesse tipo de projeto, a televisão é instalada em uma das portas de correr por meio de suportes especiais, onde todas as conexões elétricas e cabos ficam dispostas em sistemas de trilhos que ficam atrás da porta de correr. A televisão é fixada atrás de uma lâmina de vidro que permite a passagem da imagem para frente. Desse modo, o usuário pode assistir televisão com a porta de correr do armário fechada, sem a necessidade de instalar a TV na parede, em outro móvel ou sobre uma cômoda, por exemplo.

Entretanto, um inconveniente desse tipo de montagem é em relação ao som da televisão: como a porta de correr fica fechada, o som da televisão acaba ficando dentro do armário. Dessa forma, o som da televisão é abafado, pois a porta de vidro não permite a passagem do som sem comprometer a fidelidade.

Assim, um dos objetivos ao pensarmos no desenvolvimento da Porta TV Sound foi a utilização de um dispositivo de saída de som de televisão pela parte frontal da portas de vidro e alumínio. Com isso se obtém melhor dissipação do som da TV em locais onde a mesma fica enclausurada, como no caso dos armários.

O PEQUENO GRANDE PÚBLICO ALPHA

Como resultado desse novo comportamento, cresce a necessidade de envolver o público Alpha (e seus pais Millennials ou Gen X) nos projetos comerciais, enquanto o mundo se ajusta a um varejo em constante mudança de panorama. Para capturar o curto tempo de atenção do exigente público Alpha, varejistas precisam entregar novidades e experiências exclusivas a todo momento.

Para crianças, experimentar produtos deve ser semelhante a jogar, então os espaços devem incentivar a interação física.

GÊNERO NEUTRO

A tendência de gênero neutro cresceu rapidamente da moda urbana para uma nova visão cultural sobre a maneira como meninos e meninas são criados de forma diferente. O movimento se traduziu rapidamente em coleções neutras de gênero de grandes varejistas, bem como na publicidade livre de gênero nas seções infantis de lojas de vestuário e brinquedos.

Embora ainda seja um movimento nascente de grandes centros metropolitanos, o número de pais que defendem um gênero neutro na abordagem da criação de seus filhos está aumentando. Para ilustrar, dados da Mintel mostram que 20% dos pais com filhos menores de 12 anos apoiam roupas neutras em termos de gênero, com números ainda mais altos entre os pais Millennials.

Para se adequar a esse novo público, uma dica é sempre estar em busca de novas oportunidades para alcançar crianças e seus pais através de elementos interativos para criar uma experiência única que pode ser agradável para ambas as gerações.

Preparando os espaços para o futuro, evite merchandising fortemente focado em gêneros, ou essa separação entre feminino e masculino no design da loja. Isso se tornará particularmente importante para atender os clientes conforme os Millennials e a geração Z se tornam pais.

Os futuros inovadores estão adotando uma abordagem prática para a criatividade, provocando uma mudança em relação a métodos convencionais de resolução de problemas. A mudança de mindset, indo além ‘design thinking’ para uma metodologia de ‘design doing’ é o elemento fundamental para transformar ideias de maneira a agir e adaptar-se de forma mais eficaz.

O melhor design do futuro virá de quem for capaz de ver o que é realmente necessário.

A Porta TV Sound possui um design exclusivo e patenteado (produto com marca registrado por ter sido desenvolvido pela Alumiglass), sendo a única porta com TV do mercado brasileiro que resolve o problema do som abafado dos televisores sem a necessidade de adquirir novos equipamentos de som, como home theater ou caixas acústicas.

Seu design permite a saída do som original do televisor pela face frontal da porta, onde foi colocado um puxador oculto para que você nunca abra a porta colocando a mão diretamente no vidro.

Além de todos os benefícios citados acima, em testes realizados pela equipe de design e engenharia da Alumiglass, constatamos um aumento de 10% no potencial sonoro da TV original, tornando assim a Porta TV Sound um amplificador natural do som.

Com a Porta TV Sound da Alumiglass, quem ouve o som é você e não as roupas do seu armário! Disponível nas melhores combinações de cores nos vidros e nos perfis para deixar o seu projeto super personalizado.

0
Share:

Post a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *